COMO ADESTRAR UM CACHORRO: ERROS COMETIDOS

COMO ADESTRAR UM CACHORRO: ERROS COMETIDOS

Muitas pessoas adotam um cãozinho e logo se perguntam: como adestrar um cachorro?

Quando ele não aprende o local certo de fazer xixi, morde tudo o que estiver pela casa, sobe no sofá, late demais para as visitas, acaba se tornando um pesadelo.

Ninguém imagina que um filhotinho tão fofo poderia ser tão rebelde, não é mesmo?

O ideal é que o adestramento se inicie cedo, antes dos maus hábitos se instalarem. Porém, alguns tutores desanimam ou perdem a paciência logo no começo.

Em algumas situações seu cão pode não fazer exatamente o que lhe foi ensinado e ainda te olhar com aquela carinha de quem não faz ideia do que está acontecendo.

Com um pouco de amor, dedicação, paciência e nossas dicas, é possível adestrar seu cachorro em casa, seja para truques simples como sentar e dar a patinha, ou para aprendizados novos como o lugar certo de fazer suas necessidades.

Vamos agora mostrar quais os principais erros cometidos por tutores na hora de adestrar seu cãozinho e dar ótimas dicas para fazer deste, um momento feliz.

Punição não é legal!

A primeira palavra no adestramento é paciência! É muito comum que os tutores logo percam a paciência e gritem com o animal.

Alguns chegam ao ato erradíssimo de punir fisicamente o pet, jamais faça isso. A punições podem abalar o emocional do seu cachorro e ainda atrapalhar todo o processo de aprendizagem, dependendo da raça, essas atitudes podem resultar em atitudes negativas do animal, principalmente se for uma raça arisca.

Na opinião de nossos especialistas, é preciso fazer um reforço positivo, ou seja, recompensar com amor ou petiscos cada aprendizado.

Se durante o adestramento ele começar a latir, por exemplo, o distraia com outro comando para que ele seja recompensado pelo bom comportamento.

Um problema de cada vez!

Quando o cachorro já é maior e tem diversos hábitos e o tutor decide adestra-lo, quer fazer tudo de uma vez só!

Não é bem assim, muita calma nesta hora! Nossa dica é eliminar um mau hábito de cada vez, sem traumatizar seu pet e sempre com o reforço positivo!

Ninguém vai mudar os hábitos de um cachorro de uma hora para outra, muito menos fazer com que ele aprenda diversos comandos por vez. Nós somos assim? Não! Então também não podemos cobrar essa rapidez dos nossos companheirinhos.

Seja claro!

Animais aprendem melhor com palavras simples e orientações curtas. E sempre lembre de ensinar o básico primeiro.

Antes de tentar ensinar seu cãozinho a dar a pata, por exemplo, ele pode aprender a sentar. Para esse ensinamento não tem segredo, apenas diga: senta!

Frases complexas, longas ou diferentes a cada treinamento irão frustrar a todos e isso causa um certo desgaste para esse momento que devia ser de uma troca muito boa entre o pet e seu dono.

Descubra o método certo.

Quando seu cão não fizer exatamente o que lhe foi ensinado, repense seu método de ensino. Talvez sua técnica não esteja funcionando pois não é a melhor para ele.

Por mais que algumas raças de cães sejam mais teimosas ou tenham alguma dificuldade em ser adestrados, eles sempre são capazes de aprender.

A culpa nunca é do cachorro e sim do adestrador!

Aprenda a se comunicar com seu pet!

É incrível como os cães e sua família humana desenvolvem formas de comunicação e com o tempo parece que falam todos a mesma língua.

Nos ensinamentos, porém, é preciso entender a linguagem corporal que seu pet apresenta, interpretar os sinais que ele dá durante o adestramento.

Assim, será possível perceber se seu método está fazendo seu pet feliz e se este momento está sendo prazeroso para ele.

De olho no relógio!

Não submeta seu cão a longos períodos de adestramento ou ele pode perder o interesse, a capacidade de aprender novos comandos e até mesmo ficar entediado.

Também não insista no mesmo comando ou lição por muito tempo. O ideal é um passo de cada vez. Quando os resultados são positivos, guarde tudo o que deu certo e continue o treinamento amanhã.

Mude a sala de aula de lugar!

Treinar seu cãozinho no conforto do lar é uma grande vantagem, já que moram todos juntos, não é mesmo?

No entanto, sabemos que você não quer que ele seja bem comportado somente em casa.

Quando ele é adestrado em uma praça, por exemplo, cheia de distrações, ele será capaz de aprender também a ter foco e manter seu ótimo comportamento em público.

Praticar é preciso!

Tanto cães quanto humanos são capazes de aprender coisas novas!

Da mesma forma que não pôr estas novas aprendizagens em prática pode fazer qualquer um esquecer.

Depois que seu cão aprender a dar a patinha ou fingir de morto, ele vai amar mostrar o que sabe.

Claro, agora que você já como adestrar um cachorro e aprendeu que tudo deve ser em partes uma grande brincadeira, um momento de ensinamento e descontração, seu pet será muito mais educado, comportado, esperto e feliz!

Aplique essas dicas de ouro que demos e nos conte se deu certo, queremos o melhor para você e seu bichinho!

Deixe uma resposta

Fechar Menu